[RP] The more you see the less you know

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mensagem por Pandora Orwell Krahl em Ter Jun 06, 2017 5:23 pm
A vida já começava a voltar a normalidade ou seria o contrario? Finalmente chegou a minha hora de ir pra Hogwarts, apesar de uma certa ansiedade, me mantive fria e calma. Harriet costuma me dizer que os primeiros movimento já mostram o que será dali pra frente. Precisava que tudo fosse perfeito, todos em minha família possuem um história de vitorias e glorias naquele castelo, não poderia deixar que comigo fosse diferente. Normalmente vovó que cuida da compra de varinha dos membros da família, mas após uma certa resistência de Alicia, a diretora do mungus cedeu dessa vez. Algo que não era comum, aguçando minha curiosidade mas as duas andam bem protegidas em relação ao meu dom.

Ouvi as três batidas na porta enquanto observava a vista de meu quarto, o rio Tâmisa não era lá dos mais belos do mundo. Mas ver essa cidade a mil, os trouxas e seus hábitos, sua pressa pelo progresso, vendo quê nos somos o progresso e somos quase invisíveis aos seus frágeis olhos. – Pode entrar! – Sabia que só poderia ser minha mãe ou um funcionário do hotel, tomei o ulto gole de meu chá, velho costume inglês que fui obrigada adquirir por questões diplomáticas em minha família. – Já estou pronta, mamãe. – Falei me virando para a mulher de olhos claros com um sorriso entre os lábios. Deixei a xícara sobre o criado mudo e peguei meu agasalho, dei um abraço apertado na mamãe, foi quase como um suspiro me deixando mais aliviada. Então justas deixamo o meu quarto e o hotel em direção a uma passagem para o beco diagonal.

Ao dar o primeiro passo naquela rua de pedra já conhecida por mim, senti algo diferente, era uma felicidade só de estar comprando as minhas coisas. Finalmente faltava pouco para começar a dominar esse mundo que vivo, coisa que jamais disse em voz alta e mesmo que fosse torturada, nunca diria. Meu lado prepotente e egocêntrico era muito bem disfarçado por mim, a rigidez que me foi concedida me fazia muito sensata em minha palavras. Alice me perguntou aonde eu gostaria de ir primeiro, um sorrisinho sacana saiu sem qualquer segunda intenção. Mas quem me conhecia melhor do que aquela mulher? Nem precisei dizer, logo adentramos na loja de varinhas, meus olhos brilharam e aquela dúvida bateu em minha cabeça, o que está por vir?


She's the giggle at a funeral
Knows everybody's disapproval
Mensagens : 29

Data de inscrição : 01/06/2017

Localização : Londres, Inglaterra.

Ver perfil do usuário
avatar
Sonserina

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Alice Orwell Krahl em Sex Jun 09, 2017 6:16 pm
Repeat after me: "I can do this".
No alto de seus (quase) quarenta anos, Alice não poderia afirmar que estava pronta para ver a filha ir para Hogwarts. Tivera-a por perto durante todos esses onze anos, como única e principal companhia após o divórcio com Wolfgang e, embora ultimamente passasse cada vez mais tempo dentro dos tribunais, encontrar a filha ao voltar para casa, dormindo ou tomando um chá tardio com Harriet era o ponto máximo de seu dia. Poder garantir com os próprios olhos que todas as desventuras do mundo jaziam fora da mente da pequena.

Olhou para cima, evitando que os olhos transbordassem. Não seria aquela altura da vida que ia virar a louca que chora por qualquer coisinha. Esticou a camisa de seda, escondida por dentro da calça jeans, e ergueu a mão. Três batidinhas rápidas, decididas e pôs a mão na maçaneta. Não girou, aguardando a palavra da filha que veio quase de imediato. A privacidade sempre fora algo muito respeitado na vida de ambas.

"Oi, Pandora." cumprimentou, dando um leve carinho nos cabelos da filha quando esta veio ao seu encontro. "Que bom, então vamos?" sugeriu, mas a pré-adolescente já havia tomado a dianteira e se encaminhado para a porta. Alice deu uma olhada geral no aposento, pouco desorganizado e sem outra palavra, retirou-se na companhia da garota.

Saltos jamais haviam sido os sapatos mais adequados para ir ao beco diagonal com seu caminho de pedras desiguais, mas Alice usava-os a tanto tempo que os sutis seis centímetros já haviam se tornado uma extensão de seu corpo e caminhava, ao lado da filha, com tanta desenvoltura e naturalidade que podia muito bem estar descalça.

"E aí, já decidiu onde vamos primeiro nas suas compras?" perguntou, um sorriso desenhando-se em seu rosto. O olhar que recebeu já foi a resposta suficiente. Alice escondeu uma risada e com um braço de forma protetora ao redor da progênita, guiou-a para a Olivaras.
© designed by yan karlor ©
Mensagens : 5

Data de inscrição : 01/06/2017

Localização : Londres, Inglaterra

Ver perfil do usuário
avatar
Ministério da Magia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum