Ambientação

Há 27 anos atrás, os dragões foram dados por extintos graças a uma terrível doença que exterminou as espécies, mas um criador clandestino surge com uma grande quantidade de ovos e o Ministério se empenha para reproduzi-los. Responsável por desenvolver cruzas de dragões para recriar os híbridos antes existentes, o Centro de Pesquisas Thunderbird foi saqueados por comensais que planejavam a criação de um exército poderoso para assumir o controle do Ministério. Em resposta, o governo desmembra o Departamento de Pesquisa e Limitação de Dragões e cria a Sede de Domadores e Cavaleiros de Dragões para tentar se defender da ameaça que vinha.


Últimos assuntos
Administração
Ástrid N. Lyudvigovitch
Xayah L. Tykkyläinen
Morgana R. Furtwängler
Jennifer Tulee Ward
Aalyah Makini D. Laforet
Awards
A mais pervertida
Postadora The Flash
Afiliados
Créditos
Skin hecho por Hardrock de Captain Knows Best. Li Europan lingues es membres del sam familie. Lor separat existentie es un myth. Por scientie, musica, sport etc, litot Europa usa li sam vocabular.

Li lingues differe solmen in li grammatica, li pronunciation e li plu commun vocabules. Omnicos directe al desirabilite de un nov lingua franca: On refusa continuar payar custosi traductores.

[RP] Doces ou travessuras!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP] Doces ou travessuras!

Mensagem por Samuel Kruff. Leverseth em Ter Jun 20, 2017 4:48 pm

doces ou travessuras!

Esta é uma RP fechada e conta apenas com as participações de Samuel Kruff. Leverseth e Alinna B. Lyudvigovitch. O post será iniciado por Samuel e seguido por Alinna. Post de terceiros serão ignorados.

Descrição: As Aulas estão prestes a começar, e os jovens se encontram na sorveteria em um momento de diversão. O Dia está ensolarado, por volta das 14:00 de um domingo de junho. Algumas nuvens podem ser vistas no céu e uma leve brisa refresca o lugar.
Mensagens :
2

Data de inscrição :
16/06/2017


Ver perfil do usuário
Lufa Lufa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] Doces ou travessuras!

Mensagem por Samuel Kruff. Leverseth em Ter Jun 20, 2017 5:18 pm

Doces ou Travessura!
Samuel nunca foi o tipo de garoto que conseguia ficar muito tempo parado. Sempre estava a procura de algo para se ocupar - fosse ajudando seus pais ou até mesmo fazendo alguma traquinagem. Com as aulas se aproximando, Samuel, sentiu a necessidade de se despedir de suas férias de alguma maneira. Depois de muito revirar a sua mente, lembrou-se da sorveteria que as vezes frequentava com sua irmã Pride: a Doce dos sonhos. Sem pensar duas vezes, passou a manhã inteira daquele fatídico domingo importunando seu pai, para que o levasse a tal sorveteria. Samuel não era o tipo de garoto que desistia fácil das coisas quando as colocava na cabeça. Com seu jeito travesso de ser, conseguiu persuadir o pai a leva-lo à sorveteria.
A manhã passara lenta ao seu ver. Estava ansioso, já até salivava ao pensar nas gostosuras que comeria a tarde. Depois de um banho não muito demorado, vestiu uma camisa azul claro e jogou seu suéter cor de creme por cima. Vestiu a calça jeans escura e um par de tênis já meio surrado de tanto que ele os usava. O caminho até a sorveteria foi um pouco silencioso. Sam não era um garoto tímido, mas as vezes sentia que não tinha muito o que conversar com o pai. Ao avistar a sorveteria, os pequenos olhos azuis do menino brilharam. Conrad, seu pai, sorriu ao ver a alegria do menino.

- Sam, deixarei-o aqui e irei aproveitar para resolver alguns assuntos aqui perto.
Não saia daqui antes que eu volte entendeu?
 - Falou o pai sério, torcendo que Sam prestasse atenção no que falava. O garoto acenou a cabeça em sinal positivo e antes que o pai saisse ele perguntou:
- Posso pedir o que quiser? - Seu tom de voz era animado e elétrico.
- Pode sim - Disse seu pai sorridente. - Só não exagere nos doces, o açúcar de deixa mais energético do que você já é! - Brincou com o garoto.  

Assim que o pai o deixou, Sam, saiu correndo em direção a porta do lugar. O local tinha um cheiro doce e açucarado que agradava bastante o nariz de Sam. O garoto olhava os doces como se fosse sua primeira vez ali. Em seu momento de epifania, acabou por avistar um rosto conhecido sentado perto da vitrine. Erguendo o braço direito começou a acenar com um largo sorriso nos lábios.

- Alinna! - Gritou ainda eufórico ao reconhecer a amiga.
OBSERVAÇÕES
ross.
Mensagens :
2

Data de inscrição :
16/06/2017


Ver perfil do usuário
Lufa Lufa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum