Ambientação

Há 27 anos atrás, os dragões foram dados por extintos graças a uma terrível doença que exterminou as espécies, mas um criador clandestino surge com uma grande quantidade de ovos e o Ministério se empenha para reproduzi-los. Responsável por desenvolver cruzas de dragões para recriar os híbridos antes existentes, o Centro de Pesquisas Thunderbird foi saqueados por comensais que planejavam a criação de um exército poderoso para assumir o controle do Ministério. Em resposta, o governo desmembra o Departamento de Pesquisa e Limitação de Dragões e cria a Sede de Domadores e Cavaleiros de Dragões para tentar se defender da ameaça que vinha.


Últimos assuntos
Administração
Ástrid N. Lyudvigovitch
Xayah L. Tykkyläinen
Morgana R. Furtwängler
Jennifer Tulee Ward
Aalyah Makini D. Laforet
Awards
A mais pervertida
Postadora The Flash
Afiliados
Créditos
Skin hecho por Hardrock de Captain Knows Best. Li Europan lingues es membres del sam familie. Lor separat existentie es un myth. Por scientie, musica, sport etc, litot Europa usa li sam vocabular.

Li lingues differe solmen in li grammatica, li pronunciation e li plu commun vocabules. Omnicos directe al desirabilite de un nov lingua franca: On refusa continuar payar custosi traductores.

[RP] girl, you gotta work for me

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP] girl, you gotta work for me

Mensagem por Conrad Makini Leverseth em Qui Jun 22, 2017 5:58 am



you gotta work for me

RP fechada apenas para aurores, caso queira entrar, comunicar com antecedência.
Horário: vespertino.
Clima: tarde ensolarada.
RP aberta apenas para postagem mensal visando a fiscalização do emprego. Ataques permitidos, não aconselháveis.
Mayu Amakura
Mensagens :
12

Data de inscrição :
19/06/2017


Ver perfil do usuário
Aurores

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] girl, you gotta work for me

Mensagem por Conrad Makini Leverseth em Qui Jun 22, 2017 6:10 am



YOU GOTTA WORK FOR ME

 - Porra, Bairon, quer me foder me beija, caralho! - a voz imponente reverberou pelo cômodo; homens de corpanzis fortes e musculosos encolhendo os ombros diante da fúria do chefe. Todos estavam cientes do quanto o homenzarrão podia ser um bom colega mas nunca deveriam passar do limite ou fazer algo de mau modo, não era sábio despertar o ódio de Leverseth.
 - Foi mal, chefe. Eu realmente achei que poderia conseguir sozinho.
 O auror, Bairon, possuía diversos cortes medianos e de pouca profundidade pelo corpo e rosto. Há exatamente dez horas se deparara com uma movimentação estranha na entrada da Travessa do Tranco; bruxos das Trevas se aglomerando. Como o bom grifino que o era, acreditou ser capaz de lidar com mais de dez magos sozinho. Por melhor que fosse em duelos, fora uma borrada danada.
 Preferia estar no Sr. Mungus ainda, assim poderia fugir da ira do chefe.
 - Você não ficou três anos em treinamento pra fazer uma merda dessas. - Conrad soergueu a mão, os dedos alinhando-se no vinco na testa. Quando fora solicitado para ser Chefe dos Aurores, não pensara que seria tão malditamente complicado. Por Merlin, aqueles homens eram aurores treinados e capacitados, mas na hora do perigo não passavam de moleques em fardas. Irritava-se principalmente com os grifinos e suas manias de heroísmo. - De hoje em diante teu parceiro vai ser o Clint, ouviu?
 Bairon soltou um esgar, a menção do auror mais detalhista lhe dando arrepios. Aquele nerd era difícil de lidar; mas acatou a decisão, meneando a cabeça. Os demais aurores soltando risinhos defronte sua infelicidade.
 - Alguém mais quer ter seu parceiro trocado? - bradou, os demais aurores calando-se na hora. Makini suspirou, os papéis sobre a mesa mostrando os mínimos passos de casa Bruxo das Trevas classificado. - Pois bem, Dimitti e Caleb vão para Godric's investigar o sumiço dos ossos. Galadriel, vai para a Travessa com o Henry ver se consegue pistas do que o Bairon disse.
 - E eu, chefe? - o próprio auror ditou, Bairon realmente não sabia a hora ficar calado.
 - Você some da porra da minha frente! Só quero te ver daqui dois dias e curado. - enxotou os homens com um meneio das mãos, tomando lugar em sua cadeira de couro. A mesa repleta de papéis que Conrad estava com tão pouca vontade de ler; pelo homem, estaria em casa sob os lençóis macios e quentes, aproveitando a companhia de seu futuro noivo. Mas não, tinha trabalho acumulado para pôr em ordem.
 Com um muxoxo, Leverseth começou a ler os casos.


yeah, we can work from home



Mensagens :
12

Data de inscrição :
19/06/2017


Ver perfil do usuário
Aurores

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] girl, you gotta work for me

Mensagem por Conrad Makini Leverseth em Seg Jul 10, 2017 8:45 pm



YOU GOTTA WORK FOR ME post. 2

 Deslizou a capa pelos ombros, o fardamento amarronzada caracterizando o cargo no Ministério; um auror. Sabia que aquele dia seria cheio, havia pouco tempo que regressara da Itália em uma missão conjunta com o MMI particularmente difícil e perturbadora.
Um bruxo dinamarquês estava raptando crianças por todo o globo, em sua maioria trouxas. Lhe administrava poções que retiravam o censo de movimento e fala; os pequenos tornavam-se bonecos de pano, mas ainda estavam lá. Ainda podiam ver o que acontecia com seus corpos diminutos enquanto eram vendidos para homens cruéis.
A bile subiu à língua, permeando-a com um gosto amargo. Podia passar anos como Chefe dos Aurores mas nunca se acostumaria, contudo, sempre haveria momentos agridoces na vida. Como aquele onde o energúmeno do Greenberg tentava prender um tipo de fita na porta da sala dos Aurores. Tacitunamente, Conrad prostrou-se atrás do homem que dependurava sobre uma cadeira.
- PORRA, GREENBERG. Que merda tu 'tá fazendo? - o grandalhão escorregou da cadeira, caindo de bunda no chão. - Porra, esses paspalhos ficam três anos em treinamento para isso.
Com as risadas secas e baixas dos demais aurores, Leverseth entrou na sala particular. Mal havia encostado a bunda na poltrona de couro e alguém bateu na porta. Seria um puta dia de merda.
- Entre. - ditou, a mão escorrendo pela mesa em busca da papelada sobre um dos subordinados que fora visto por uma adolescente trouxa.
- Chefe, sou eu. Com dizer que conseguimos fechar o cerco naquele cara em Liverpool, tudo certo. - um homem de feições cansadas adentrou a sala. Há alguns meses que estavam tentando capturar uns comensais enviados por Galahad para Liverpool, não sabiam exatamente o que estavam fazendo, mas pareciam sugar a energia dos mortos em cemitérios.
- Tudo bem, Johnson. Tire o resto do dia, vai ficar com sua esposa. - a vida de um Auror não era fácil, tempo de mais vendo coisas horríveis e tempo de menos com quem realmente importava. Sentia saudade de passar momentos calidos com os filhos. E quentes com o noivo. O negro saiu da sala, fechando a porta.
Contudo, em menos de trinta segundos após, mais uma vez alguém batia-a. Seria um puta dia de merda.


yeah, we can work from home



Mensagens :
12

Data de inscrição :
19/06/2017


Ver perfil do usuário
Aurores

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] girl, you gotta work for me

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum