Ambientação

Há 27 anos atrás, os dragões foram dados por extintos graças a uma terrível doença que exterminou as espécies, mas um criador clandestino surge com uma grande quantidade de ovos e o Ministério se empenha para reproduzi-los. Responsável por desenvolver cruzas de dragões para recriar os híbridos antes existentes, o Centro de Pesquisas Thunderbird foi saqueados por comensais que planejavam a criação de um exército poderoso para assumir o controle do Ministério. Em resposta, o governo desmembra o Departamento de Pesquisa e Limitação de Dragões e cria a Sede de Domadores e Cavaleiros de Dragões para tentar se defender da ameaça que vinha.


Últimos assuntos
» Sala de Leitura, Histórias e Teatro.
Hoje à(s) 1:52 am por The Wand

» Sala de brinquedos II
Hoje à(s) 1:51 am por The Wand

» Sala do Cinema
Hoje à(s) 1:51 am por The Wand

» O berçário
Hoje à(s) 1:49 am por The Wand

» Sala de brinquedos
Hoje à(s) 1:49 am por The Wand

» Sala de Aula
Hoje à(s) 1:48 am por The Wand

» Centro de Pesquisas Thunderbird
Hoje à(s) 1:16 am por The Wand

» Aurores do Ministério
Hoje à(s) 12:45 am por The Wand

» Crianças - Teste
Hoje à(s) 12:34 am por The Wand

» Adultos - Teste
Hoje à(s) 12:33 am por The Wand

Awards
A mais pervertida
Postadora The Flash
Afiliados
Créditos
Skin hecho por Hardrock de Captain Knows Best. Li Europan lingues es membres del sam familie. Lor separat existentie es un myth. Por scientie, musica, sport etc, litot Europa usa li sam vocabular.

Li lingues differe solmen in li grammatica, li pronunciation e li plu commun vocabules. Omnicos directe al desirabilite de un nov lingua franca: On refusa continuar payar custosi traductores.

[RP] VEM NA MINHA QUE VOCÊ PASSA DE ANO! - PARTE 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP] VEM NA MINHA QUE VOCÊ PASSA DE ANO! - PARTE 2

Mensagem por Brandon F. Newcastle em Dom Jul 02, 2017 6:49 am


Vem na minha que você passa de ano! - parte 2
Olá Convidado, saiba que essa é uma RP FECHADA, entre os alunos, Brandon Newcastle, Gwenevire A. Campbell e Harley L. Adams. O sol estava em seu lugar, era visto entre as nuvens brancas no céu azul. A Floresta Proibida parecia um lugar ideal para alunos passearem sem a supervisão de um adulto.

Data: 23 de setembro de 2017
Horário de início: 14h50

Se você não puder ler, é porque não é aluno da Grifinória (só os melhores podem ler), sorry.
Mensagens :
48

Data de inscrição :
08/06/2017

Localização :
Inglaterra


Ver perfil do usuário
Grifinória

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] VEM NA MINHA QUE VOCÊ PASSA DE ANO! - PARTE 2

Mensagem por Brandon F. Newcastle em Dom Jul 02, 2017 8:03 am




O idiota da Grifinória,

pronto para confusão.


O dia estava realmente agradável para ficar preso na torre da Grifinória fazendo trabalhos de casa. Era isso que ele iria fazer no seu dia de folga. Ou então, pensar em pagar uma detenção porque um desajeitado caiu da vassoura e partiu dois dentes. Eram mesmo os planos de Brandon para hoje. Ainda bem que ele resolveu mudar tudo, e sair da rotina.

Estava acompanhado de uma colega de casa, era mais nova e por incrível que pareça não sabia seu nome. Era plausível, a escola havia tantos alunos, mas o rapaz deveria no mínimo saber que eram os alunos da sua casa, mas ele estava sempre preocupado com os seus conhecidos. Brandon era o tipo de bruxo que dava-se bem com todos, ele cultivava a amizade e companheirismo, era muito diferente de outros da sua idade que pensavam ir atrás de rabos de saia. Ele queria era aproveitar o seu tempo de escola, e explorar o castelo. Antes de ser jogador de quadribol, ele imaginava ser professor de Hogwarts. Tinha certeza que iria descobrir todos os seus segredos.

Harley descobriu no final qual era o objetivo do passeio pelos terrenos do castelo. Diferente dele ela parecia animada para encontrar o gigante. Ele tinha o visto apenas uma vez, e não tinha sido assim tão bom, ele tocava um sino de bicicleta, e ainda parecia uma criança. Sim, os gigantes vivem muito tempo. – Eu quero mesmo é saber o nome do gigante... – pensou. – Espero que ele queira ser meu amigo, se não dou você de comida para ele. – riu maldosamente antes de perceber que a garota não havia gostado da brincadeira. – Só um braço! Você tem dois! – sorriu amarelo e pôs se andar.

A entrada da Floresta Proibida era bloqueada por um portão de madeira, que nunca era conservado, os alunos conseguiam passar facilmente. Pulou a cerca de proteção, sabia que em épocas anteriores haveria uma proteção de mágica naquele lugar, mas o mundo estava em paz, e os animais ou bestas que ali habitavam também estavam em paz com os bruxos.

Não demorou muito até conseguirem ambos estarem dentro das dependências da floresta, sentiu um pequeno arrepio com o vento frio que fazia ali. Parecia que a floresta tinha seu próprio clima, e o mesmo não seguia em nada o clima que fazia em Hogwarts. – Já esteve na Floresta Proibida antes? – indagou, andando lado a lado com a garota. Depois de algum tempo juntos ali, ele reparou que já tinha ouvido seu nome em outro lugar, na boca do Ygor. Seu amigo ruivo, sempre comentava de uma morena da Grifinória, mas como Brandon estava sempre mais interessado em fazer algo que pudesse prejudicar a sua casa, não reparava nos interesses amorosos dos amigos. Como diria seu pai, a vida de cada um, é a vida de cada um Ou algo do tipo. Só que naquele momento ele havia ligado os pontos.

- Vem por aqui... – indicou, quando ouviu um barulho de asas. Pelo som parecia ser um grande par de asas. Ele sabia que naquela região da floresta havia uma parte descampada, sem a cobertura de árvores, muitos animais alados usavam aquele lugar para pouso e decolagem, então era melhor prevenir do que remediar. Andaram ambos pelos arbustos e sentiu um de seus antebraços receber um pequeno corte de espinho, retirou um pedaço do galho e o guardou. – Se for venenoso, você sabe que com ele pode fazer um antidoto... Pelo menos, espero eu que seja melhor em Poções do que em História da Magia. – alfinetou a colega, e um sorriso maroto apareceu em seus lábios.

No final do pequeno percurso quando tirou o último arbusto da frente ele viu uma outra garota sentada em uma pedra. Era também morena, um pouco mais alta que Harley. A segunda morena cantarolava e acariciava as penas de um hipogrifo. Brandon fechou a cara e de salto pulou pelos arbustos aparecendo. Ouviu Harley o prevenir de algo, mas ele não deu muita atenção. Pisava forte e indignado.

- ENTÃO É ASSIM QUE VAI SER? – gritou nervoso. – VENS PARA A FLORESTA E NEM ME CONVIDA! – andou mais um pouco a frente, mas antes que pudesse continuar nervoso com ela, viu a criatura alada se virar para ele, batendo as asas e o ameaçando. – Fica fora disso você! – rugiu para o hipogrifo. – O assunto aqui é mais sério! Estou me sentindo traído! – resmungou. – GWENEVIRE! Justo você!

Enquanto o grifinório reclamava com a lufana, a sua amiga de casa falava algo para ele, que ele entendia como se fosse qualquer outra língua. Brandon não sabia onde estava se metendo naquela altura. Gwen tentava acalmar o hipogrifo, e Harley tentava acalmar o idiota da Grifinória.


### Post perdi as contas :B , Gwenevire A. Campbell - Harley L. Adams , e.e ©
Mensagens :
48

Data de inscrição :
08/06/2017

Localização :
Inglaterra


Ver perfil do usuário
Grifinória

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum