[RP] Treinamento massante, desgastante e perturbador patenteado por Charlotte Malkovich.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mensagem por Charlotte Jen. Malkovich em Ter Jul 04, 2017 11:23 am


i'm batman

RP fechada entre o time de Quadribol da Grifinória.
Participantes: Charlotte Jen. Malkovich, Harley Landvik Adams, Brandon F. Newcastle e Sitka L. Worthington.
Por volta das seis da manhã, o sol ainda está nascendo.
Frio, absurdamente frio para início do verão.
Ataques não permitidos, afinal, estamos em Hogwarts.
Qualquer postagens de terceiros será desconsiderada.
#VAIGRIFINÓRIA

Mensagens : 2

Data de inscrição : 03/07/2017

Ver perfil do usuário
Charlotte Jen. Malkovich
Grifinória

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Charlotte Jen. Malkovich em Ter Jul 04, 2017 11:53 am



CAPITÃ DO TIME DE QUADRIBOL.


Remember days of skipping school
Racing cars and being cool
With a six pack and the radio
O sol ainda raiava no horizonte e Charlotte já arrastava a equipe para o Campo de Quadribol. Alguns tracejavam dos trejeitos espalhafatosos da ruiva, como se fosse um General bradando ordens.
- Vamos lá, Brandon, sem moleza. - ditou, o ar saindo branco enevoado por entre os lábios que aderiram uma coloração arroxeada. A manhã estava absurdamente fria para o início do verão. Malkovich trajava as vestes Hogwartianas sob a pesada capa do time e um grosso casaco que dizia: "#GRIFINÓRIAÉAMELHOR". Não que todos já não soubessem.
Gryffindor vinha ganhandos jogos consecutivamente desde a temporada passada, contudo, com a nova troca de capitães da Lufa-Lufa, o outro time havia se tornado uma pedra no sapato e Charlotte não estava indo perder para um bando de texugos. Como tal, incluira o "treinamento massante, desgastante e perturbador patenteado por Charlotte Malkovich" na tabela de exercícios.
Sob o braço, a vassoura residia. Uma Nimbus 5000, o xodó da ruiva e a causa de inveja de muitos. Trabalhara durante todas as férias para conseguir aquela belezinha, desde entregando jornais à passeando com os cães da vizinhança. Mas o pai havia dado uma ajudinha, algo que nunca deveria chegar aos ouvidos de Ygor. E ao chegarem no campo, aquele mesmo friozinho na barriga acometeu a menina. O friozinho que ocorria desde o primeiro ano, sem ressalvas. No primeiro ano havia se apaixonado perdidamente por Quadribol, possuía um sério penhasco pelo esporte. Penhasco sim, pois queda não o era.
- Sitka, eu sei que você é a estrelinha de Hogwarts e possui uma legião de fãs, mas pode POR FAVOR prestar atenção hoje? - colocou a vassoura no chão, desfazendo-se do pesado casaco e da gravata rubra e dourada. Calçando as luvas de couro de Olho-de-Opala. - É sério, você pode ter pego o pomo no último jogo, mas quase quebrou uma perna pra se exibir para aquelas meninas.
Por mais que amasse o time, detinha certo incômodo com a personalidade de alguns. Brandon era encrenqueiro demais para estar no time, mas inferno, era o melhor goleiro de toda temporada. Nem o girafa da Sonserina podia igualar-se ao rapaz. E Harley? Ela deveria ser batedora com toda aquela hostilidade na hora dos jogos. E sinceramente, preferia não comentar sobre Sitka e seu holofote natural. Não que saísse disso de personalidade difícil, afinal, era uma general e tanto. E nem gostaria de falar dos demais jogadores, céus. - Tudo bem, vamos lá. - Abaixou, abrindo o baú que guardavam as bolas, os batedores do time haviam trago. - Não vamos usar o pomo hoje, o treinamento vai ser geral com as goles. Brandon, quero que vá para os aros, o resto do pessoal vai tentar fazer gol, quando alguém fizer, vai pros aros e vice-versa. Vamos lá.
Passou uma das pernas pela vassoura, calçando as luvas de couro de Olho-de-Opala, alçando vôo e ficando dois metros acima do chão, esperando pelos outros.


Mensagens : 2

Data de inscrição : 03/07/2017

Ver perfil do usuário
Charlotte Jen. Malkovich
Grifinória

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Brandon F. Newcastle em Ter Jul 04, 2017 2:15 pm




vai que é sua,

brandon


Brandon não lembrava de como havia chegado no campo de quadribol, a única cena que lhe vem a cabeça antes disso de que uma garota havia entrado no quartos dos meninos – o contrário não é permitido – e o havia dado um belo de um soco na barriga para lhe acordar. Para ele a tortura começou na noite anterior quando o Sitka caiu no sono primeiro que ele. Sitka parecia uma britadeira quando dorme. Você que é trouxa sabe do que estou falando. E a tortura estava só no começo.

Estava frio do lado de fora do castelo, e a capitã do time de quadribol parecia estar com o corpo fervendo. Ela poderia se jogar no Lago Negro para se acalmar! Pensou maldosamente sobre a amiga e general do time. Brandon foi o último a sair do vestiário, estava mais dormindo do que acordado naquele momento. Treinamento antes das dez horas da manhã é a pior tortura. Mas entendia o lado da Charlotte, eles precisavam melhorar, sempre melhorar e nunca relaxar. Cerrou os punhos quando por fim começou a passar as fitas mágicas para não contundir as articulações. Eram fitas que ele sempre passava, e acredita que seus colegas de casa deveriam também passar. Por fim calçou as luvas e rumou para o campo.

Mal havia saído do vestiário e já levava bronca. – Nem vou te responder porque meu sono não deixa… - disse se aquecendo, movendo a cintura de um lado para o outro enquanto se aproximava do grupo. Agora Charlotte estava a chamar a atenção dos outros colegas. A culpa era dela em querer treinar muito cedo, se ele fosse o capitão os treinos seriam nocturnos para melhorar a visão.

Pegou a sua vassoura de um dos artilheiros do time que havia trazido antes para ele, porque saberia que o mesmo acabaria esquecendo a vassoura e levaria outra bronca da capitã. Ouviu as instruções para o início do treinamento. Passou uma das pernas por sua Firebolt 2017, era uma vassoura leve, para completar com ele. Ajustava bem para o goleiro da Grifinória. Brandon não era alto comparado a alguns outros colegas, até algumas meninas eram mais altas que ele, só que para si, era bom. Ele era pequeno e magro, o deixando mais ágil para as balizas.

Levantou voo e passou rapidamente pela capitã Malkovich. – Você quer dizer, se conseguirem! – zombou dela e dos colegas. Parecia que com aquele pequeno desafio o jovem Newcastle tinha acordado, sentir o vento em seu rosto era muito agradável. Acelerou na vassoura e parou na sua casa. Os três aros e ele como guardião, ali ele se sentia muito bem, e óbvio que não queria ir para a artilharia, odiava ter que ficar desfilando no ar igual papagaio. – Quem quer tentar a sorte primeiro? – sorriu apertando o capacete e esticando os braços para aumentar o seu campo de defesa. Ele tinha que saber voar sem as mãos, se não para que seria goleiro.


### Post 13 , Time de Quadribol da Grifinória , BRANDON NO GOL!
©

Mensagens : 42

Data de inscrição : 08/06/2017

Localização : Inglaterra

Ver perfil do usuário
Brandon F. Newcastle
Grifinória

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Sitka L. Worthington em Ter Jul 04, 2017 3:50 pm
TREINO

- Sim, Lorena, você pode fazer isso. Sim, Lorena, isso aí. - o corpo grande moveu-se sobre a cama velha, fazendo-a ranger. Sitka estava tendo um sonho tão bom com a quintanista corvina, a morena sabia mesmo como prender a atenção de alguém.
- Sit, olha pra mim... - ouviu a voz de Lorena ao longe, a entonação baixinha e manhosa. Semicerrou os olhos, saindo dos braços de Morreu para dar de cara com Charlotte. - Porra! Que susto, demônio.
E no mesmo momento em que soltou as palavras Worthigton se calou, os olhos de Malkovich faiscavam quase em tons rubros. Por Merlin, ia começar a temporada: "viagem ao mundo lunático e obsessivo de Charlotte Malkovich pela taça". Sabia que era algo importante, mas não era necessário todo o surto. Na cama ao lado, a capitã tentava acordar Brandon que dormia como se ninguem estivesse gritando em seu ouvido. "Um, dois, três..."
Todas as vezes que o treinamento era antes das dez a mesma cena se repetia: Charlotte alçando Newcastle até ele acordar. Com um muxoxo, o grifino soergueu, dando uma olhada de esguela no espelho, é, realmente estava um bagaço. Na noite anterior ficou responsável pela ronda.
E a cada passada que dava pelos corredores e terrenos de Hogwarts, Sitka podia jurar que ouvia: "corre, menino, corre". Charlotte detinha uma expressão maníaca na face. Aparou um bocejo com a mão, se enrolando completamente para calçar as luvas, ambas possuíam buracos nas pontas dos dedos de tão desgastadas. Não eram de couro de dragão, guardava essas para os jogos.
- Sitka, eu sei que você é a estrelinha de Hogwarts e possui uma legião de fãs, mas pode POR FAVOR prestar atenção hoje? - ouviu ao longe Charlotte falar, contudo, estava mais ocupado em analisar a própria vassoura. A coitada já havia tido dias melhores, mas tinha suas vantagens ser afilhado da diretora de Hogwarts, como tal, possuía duas vassouras. Uma Comet 607 que usava para os treinos e uma Nimbus 6000 para os torneios. - É sério, você pode ter pego o pomo no último jogo, mas quase quebrou uma perna pra se exibir para aquelas meninas.
- Dá um tempo, Lotte, estávamos quase perdendo para os lufanos, se lembra? 60 pra 130, se eu não pegasse o pomo íamos perder. - falou formulando uma carranca, o vinco entre as sobrancelhas se acentuando.  O jogo havia sido antes das férias, o último do ano. Plena noite e nenhum dos competidores conseguia achar o pomo, até que Sitka avistara próximo da arquibancada da Corvinal; sabia que o outro apanhador estava em seu encalço, então, mergulhou para o chão como se o pomo-de-ouro estivesse lá. O adversário o seguiu, quando faltava dois metros para chocar-se com o solo, empinou a ponta da vassoura para o lado, permitindo que o lufano se machucasse. Sabia que Pride não havia lhe perdoado por aquilo ainda, mas agarrara o pomo compactuando com a vitoria. - Porra, tantos dias para treinar, tinha que ser logo ele?
O amanhecer estava frio, uma torrida neblina cobria Hogwarts. Ouviu atentamente as instruções da capitã, passando uma das pernas pela vassoura e plainando alguns metros do chão. Podia ser um urso e um leão, mas era no céu o seu lar. - Brad, o exibido aqui sou eu. Fica esperto.
Brincou com o amigo, permitindo que a vassoura subisse mais até ficar defronte os aros.
Proclamou, dando meia-volta a saindo e biblioteca.
I Hate Freaks, I Hate All
Mensagens : 10

Data de inscrição : 26/06/2017

Localização : Nos seus sonhos, bebê

Ver perfil do usuário
Sitka L. Worthington
Grifinória - Monitor

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Harley Landvik Adams em Ter Jul 04, 2017 8:22 pm



Passion trumps everything



Com um movimento brusco e o som de cortinas se arrastando velozmente, o sol atingiu de forma violenta o rosto de Harley, a fazendo virar para o outro lado da cama na intenção de dormir mais. Teria cumprido seu objetivo com sucesso, se não fosse a voz animada de Charlotte, fazendo de tudo para mantê-la acordada e a lembrando do treino que haviam marcado. Foi um alívio para a dorminhoca quando a capitã do time de quadribol da casa finalmente saiu do quarto, pronta para torturar os meninos do mesmo modo.

Entre grunhidos, Adams conseguiu retirar as cobertas quentinhas e confortáveis de cima do corpo, deixando a pele absorver aos poucos o choque. A única coisa que a fazia ter vontade de levantar (além do medo de levar um murro de Charlotte) era a ânsia por colocar a vassoura em uso e voltar a jogar seu esporte favorito. Pensando nisso, conseguiu sentar-se e, até que enfim, se pôr de pé.

Depois de lavar o rosto e passar protetor solar (tinha decidido que já possuía sardas o suficiente), vestiu o uniforme do time às pressas e engoliu uma barrinha de proteínas, sem ter tempo de tomar um café da manhã apropriado. Saiu do quarto e, percebendo que o resto da equipe já se arrastava para fora da sala, os seguiu. Podia não ter a animação da capitã, mas também possuía a vontade de ganhar. Portanto, apesar de coçar os olhos e bocejar em sinal de sono, não reclamou nenhuma vez, ao contrário de alguns de seus colegas.

O castelo em si mantinha uma temperatura agradável por dentro, mas assim que saíram em direção ao campo o clima pareceu descer 10 graus. Charlotte não parecia se importar com o frio, mas Harley segurava o queixo para que não tremesse. Ela realmente acreditava que teria mais sol em uma hora dessas, e que clima estaria mais agradável, mas este não era o caso. Não queria nem pensar em como seria voar com a vassoura, com o vento batendo em seu rosto. Passando pelo vestiário, lembrou de pegar um casaco extra – para casos extremos, além do resto do seu equipamento de proteção.

Enquanto se aquecia para o treinamento, literal e figurativamente, ouvia a ruiva falando sobre os planos para a prática. Deveriam tentar marcar gols, todos tento suas chances de atacar e de defender. Não conseguiu deixar de conter um sorriso – ela estaria em seu habitat natural. Claro, não seria fácil passar por Brandon. O rapaz tinha sido feito para aquilo. Além disso, ser goleira não a agradava muito, mesmo que só pelo momento. Mas estava disposta a dar o seu melhor, tanto nas partidas quanto no treino.

Vendo que alguns colegas de time já alçavam voo, montou sua Nimbus 2004 – presente do pai por ter entrado no time da casa – e acompanhou a equipe, com a goles na mão. – Se fazem de espertinhos, mas esquecem até da bola... - Comentou, rindo dos companheiros, enquanto chegava ao mesmo nível deles no ar. –Posso começar?- Com um sorriso levemente ameaçador no rosto, manejava a goles, pensando qual seria a melhor forma de marcar um ponto no goleiro do próprio time.






Harley
Don't try to sleep through the end of the world and bury me alive, 'cause I won't give up without a fight. If you love me let me go!

Mensagens : 5

Data de inscrição : 14/06/2017

Ver perfil do usuário
Harley Landvik Adams
Grifinória

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum