Ambientação

Há 27 anos atrás, os dragões foram dados por extintos graças a uma terrível doença que exterminou as espécies, mas um criador clandestino surge com uma grande quantidade de ovos e o Ministério se empenha para reproduzi-los. Responsável por desenvolver cruzas de dragões para recriar os híbridos antes existentes, o Centro de Pesquisas Thunderbird foi saqueados por comensais que planejavam a criação de um exército poderoso para assumir o controle do Ministério. Em resposta, o governo desmembra o Departamento de Pesquisa e Limitação de Dragões e cria a Sede de Domadores e Cavaleiros de Dragões para tentar se defender da ameaça que vinha.


Últimos assuntos
» Chapéu Seletor
Dom Mar 04, 2018 10:04 pm por Angelique Bittencourt

» Matriculas ON- Hogwarts
Qua Fev 14, 2018 10:08 pm por Shuya Taylor

» Anúncios dos Usuários
Qua Fev 14, 2018 10:05 pm por Shuya Taylor

» Promoção de início de ano. (ABERTA)
Qui Jan 25, 2018 4:15 pm por The Wand

» Divulgação de RPG
Qui Jan 25, 2018 3:58 pm por The Wand

» St Mungus - Um dia de trabalho de Ronnie Petrov
Qui Jan 11, 2018 11:26 pm por Ronnie Petrov Næsheim

» [TP] Alaska Ürhaphyk Ayäshtscy
Sex Jan 05, 2018 9:44 pm por Alaska Ürhaphyk Ayäshtscy

»  Pedido de Ausência
Sex Jan 05, 2018 1:51 pm por Julieta M. Furtwängler

» Parcerias & Afiliações
Sex Dez 08, 2017 8:37 pm por The Wand

» Depósito de codes
Seg Dez 04, 2017 5:30 pm por The Wand

Awards
A mais pervertida
Postadora The Flash
Afiliados
Créditos
Skin hecho por Hardrock de Captain Knows Best. Li Europan lingues es membres del sam familie. Lor separat existentie es un myth. Por scientie, musica, sport etc, litot Europa usa li sam vocabular.

Li lingues differe solmen in li grammatica, li pronunciation e li plu commun vocabules. Omnicos directe al desirabilite de un nov lingua franca: On refusa continuar payar custosi traductores.

[RP] Anthony em Hogsmeade

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP] Anthony em Hogsmeade

Mensagem por Anthony Ward Martin em Seg Set 25, 2017 1:54 pm

Hello!

Sério que estão aqui também?

Essa RP é fechada e aconteceu na Dedosdemel por volta das 14:00h  A tarde está fria e tranquila, e o local está praticamente deserto.

- Interrupções de terceiros e/ou ataques serão ignorados.

Mensagens :
5

Data de inscrição :
02/06/2017


Ver perfil do usuário
Sonserina

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] Anthony em Hogsmeade

Mensagem por Anthony Ward Martin em Seg Set 25, 2017 2:04 pm

::
Desde a perda de seu pai Anthony tinha se isolado para o mundo, até mesmo para a mãe dele, não contava seus medos, planos ou sucessos para ela tão facilmente como contava para a sua gêmea. Ele e Laura tinham tinham criado um grande laço e ele sempre contava tudo para a irmã. Quis trabalhar desde a perda do pai, porém não era aceito por causa da sua pouca idade, porém agora estava com quatorze anos e tinha uma entrevista em breve para ser estagiário no Ministério. Ele não tinha escolhido o local porque a mãe trabalhava lá, mas sim por causa do pagamento. Ele se sentia na obrigação de ajudar em casa, tinha tomado uma postura mais responsável desde o ocorrido com o homem que tinha ajudado a mãe trazê-lo ao mundo. Charlie era a sua garotinha, era a quem ele sempre defenderia com unhas e dentes, ele a amava mesmo apesar de suas traquinagens, ele até a incentiva em suas bagunças, porém às vezes era duro com ela e até mesmo colocava limites, um deles era que ela não podia adentrar o quarto dele sem que ele permitisse e por obra de Merlin ela obedecia, bem estava obedecendo até o momento.

O moreno havia deixado um bilhete sobre a escrivaninha de seu quarto falando que tinha saído para dar uma volta, que iria a Hogsmeade, estava com vontade de passar nas Dedosdemel, quem sabe até trazer algo para Charlie. Em passos calmos e expressão séria ele se dirigia a loja sem sorrir para ninguém que passava por ele, sorrir era uma coisa que pouco acontecia em sua vida, raramente alguém o via com um sorriso estampado na face, a unica garota que de sua idade que conseguia fazê-lo sorrir era Laura, fora ela tinha a sua mãe e a pirralha que ele tanto amava, porém não era capaz de soltar a palavra te amo com facilidade nem para elas. Ele podia ter chamado sua gêmea para ir junto, porém conhecendo ela, provavelmente ela falaria para eles levarem a menor e ele não queria ser babá naquele dia.  

A loja não estava cheia, coisa que o sonserino gosto muito, pois odiava lugares cheios de gente e barulhentos, uma das coisas que ele mais odiava na vida, a primeira coisa que ele odiava era as pessoas se meterem em sua vida sem saber de nada sobre si. passou a  caminhar pelas prateleiras com uma cestinha e assim começou a  fazer seu estoque de doces. Apanhou dez Bombons Explosivos, quinze sapos de chocolate, cinco daria para a caçula da família, cinco para  a irmã e ficaria com dez para si. Trinta pirulitos com gosto de sangue, um dos seus doces favoritos e que só tinham apenas dois em casa e por fim vinte e cinco tortinhas de abóbora. Ele conhecia a mãe que tinha, ams Amber também conhecia o filho que tinha e sabia que o garoto sempre juntava dinheiro e fazia sua compra por mesa de doces, era como se ele fosse no mercado fazer compra todo mês. O moreno não gostava de ficar saindo de casa, então ele sempre fazia uma compra de doce por mês e deixava em potes separados em sua prateleira e ia consumindo durante o mês com moderação, NUNCA comia de uma vez, ou deixava a ruiva caçula pegar algum sem a permissão da mais velha.  

Ward estava prestes a ir para o outro lado do estabelecimento quando escutou uma voz nada desconhecida invadir seus ouvidos. “Mas quem resolveu trazer ela aqui justo hoje?” Pensou enquanto encarava a porta e não demorou muito para que ele visse a menor aparecer, assim como a mãe e Laura. - Reunião em família, que legal.. - Falou sem um pingo de empolgação e resolveu que nãos e aproxima ainda, provavelmente a mãe nem tinha lido o bilhete que ele tinha deixado sobre a escrivaninha no quarto informando que ele tinha saído. Ele resolveu que ficaria espiando as duas mulheres e meia (a meia é a Charlotte) de longe. Ficou de maneira que elas não o vissem então arqueou a sobrancelha ao ver a mãe começar a conversa com um homem. “Mas quem esse porco pensa que é pra ficar tão próximo da minha mãe?” Se perguntou não gostando nada da aproximação do rapaz e respirou fundo. Já estava acostumado com as ideias louquinhas da caçulinha sobre tentar juntar a mãe com qualquer otário que aparecesse em sua frente. Revirou os olhos ao ver Charlie e Laura saírem de perto da ruiva e as xingou mentalmente. As acompanhou com os olhos e então seguiu em direção ao balcão com sua cesta. - Bonito! - Exclamou alto suficiente para dar um pequeno susto nas desavisados que não o viram se aproximar. - Quem é o babaca falando com a mãe? - Perguntou para Laura e negou levemente. - Irresponsável, deixar a mãe sozinha! Tá querendo que um estranho a sequestre? Ta querendo que alguém mate ela? Está querendo que outro irmão apareça? - Lançou várias perguntas exageradas sobre a gêmea e nem esperou que alguma fosse respondida. - Não começa, princesa. - Thony era amável e carinhoso com a menor no meio deles, já com os da sua idade ele era curto e grosso. - Vou lá ver o que está acontecendo. - Ignorou o que as meninas falavam e se aproximou da mãe que dialogava com o rapaz, pigarreou ao ficar atrás dela e encarou o homem com seus olhos frios. - Posso dar um Bombom explosivo para a Lotte? - Perguntou lançando o olhar para  a ruiva, fazendo com que ela se assustasse de leve por aparecer do nada atrás da mesma lhe lançando uma pergunta, não tratou de se apresentar para o homem, ele não acrescentaria ou diminuiria de nada em sua vida se fizesse tal ação.
Mensagens :
5

Data de inscrição :
02/06/2017


Ver perfil do usuário
Sonserina

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum